Arquivo de Tag | eu

Intensidade…esse é o seu nome!!!

Intensidade é a sua definição!

Intensa no choro!

Intensa no riso!

Intensa nas dores!

Intensa nas loucuras!

Intensa na tristeza!

Intensa na alegria!

Intensa nas festas!

Intensa nas compras!

Intensa nas cores!

Intensa na razão!

Intensa na emoção!

Nunca entendeu o que é  não  ser intensa!

Tentou ser contida, mas a ansiedade se fez presente e mostrou-lhe que não dava para viver sem intensidade, que não dava para sufocar suas emoções! Foi ao extremo, ficou deprimida de modo intenso, é claro! Porém, o querer, a inquietude tomou as rédeas de suas emoções com intensidade!

Sua ansiedade também é intensa!

Sua alma intensa sempre provocou extremismo em suas atitudes!

A autoestima sempre foi intensa, seja para cima ou para baixo!

Nunca suportou o meio termo! Aliás, nem sabe como é!!! Afinal, ela é intensa!!!

Ama com intensidade!

Briga com intensidade!

Abraça com intensidade!

Beija com intensidade!

Escreve com intensidade!

Quer tudo com intensidade!

É intensa no trabalho, nas amizades, na família, com seus pets!

Sua intensidade lhe traz paixão!

Para muitos, uma loucura, tudo fora de controle, às vezes até bipolar!

Para poucos, uma forma de viver a vida intensamente, que contagia, que traz singularidade!

É intensa em tudo o que faz! Suas buscas são intensas!

A felicidade para ela tem que ser intensa!

Afinal, intensidade é a sua definição e nada mais!!!

Resultado de imagem para intensidade

 

 

Ela queria mais…muito mais!!!

Desde pequena foi questionadora, era a menininha dos porquês, como seu pai sempre dizia!

Na adolescência, não aceitava apenas um não como resposta! Sempre queria saber o motivo dos nãos de seus pais! Quantas brigas e confusões por causa disso!

Tornou-se independente e continuou a questionar o mundo! Saía, namorava, badalava, dançava, pulava, brincava, viajava, tinha suas responsabilidades, era mãe e pai, educava, trabalhava duro, estudava, amava, desejava, esperava o príncipe encantado e mais ainda: sonhava!

Até que um dia, cansada de tantas batalhas pediu que Deus lhe enviasse o seu tão sonhado príncipe, afinal eram tantas responsabilidades que já estava cansada de remar o barco sozinha!

Acreditou que isso seria a solução para tudo!

Tentou ser a mais dedicada das esposas, abriu mão de seus sonhos, decidiu ter uma vida introspectiva, mudou seu rumo, deixou de sair, deixou de questionar o mundo, aceitando os nãos da vida!

Então a ansiedade passou a ser sua fiel companheira! Seu coração estava cheio de sonhos, mas ela não permitia que eles transbordassem!

Às vezes, quando aparecia um questionamento, ela logo se fechava e atribuía tudo a sua religião, que durante muito tempo foi seu superego! Calou-se diante de seus desejos! Calou-se diante da vida!

Ficou cega! Não ouvia! Não falava! Não sorria, não gritava, não chorava! Apenas se apagava e se conformava cada dia mais!

Até que um dia seu relógio biológico gritou, seus sonhos se rebelaram e saíram de seu coração, mesmo sem a sua permissão!

Estavam de volta seus questionamentos!

Seus desejos começaram a arder como fogo no pico de suas brasas!

Seu sorriso voltou, mas suas lágrimas também!

Não aceitava mais os nãos da vida de forma passiva e todos o que estavam a seu redor não entenderam nada!

Não quis mais sublimar sua existência! Quis vivê-la! Quis ser protagonista da sua história!

Enxergou novamente, seus ouvidos abriram-se e sua voz ecoou para o universo!

Buscou seu passado, encontrou-o, perguntou-se, descabelou-se com tamanha inércia, trocou de religião e foi estudar a sua fé!

Foi viajar! Foi passear! Foi encontrar o mundo! Foi mergulhar! Foi viver a sua essência!

Voltou a escrever! Voltou a desejar! Voltou a sonhar! 

Viu o nascer do sol! Contemplou o pôr-do-sol em um dos lugares mais lindos do mundo!

E percebeu que o que quer da vida é ser FELIZ!!!

Resultado de imagem para sol